|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Comentários
Capivara!

Documentário | De Felipe Nepomuceno, Felipe Sussekind | 2004 | 7 min | RJ

7 Comentários
Por Alexandre Nuñez Tardin - Usuário | 21/06/2012

Gostei do curta, mas não sei o porque do espanto de existirem capivaras na Lagoa Rodrigo de Freitas. No Rio de Janeiro, existem diversos pontos na cidade, que os animais circulam livremente. Como exemplo, cito a zona oeste do RJ, onde já apareceram (e continuam aparecendo) diversos jacarés (Recreio, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, etc). Esses répteis muitas das vezes saem das lagoas, e se acomodam em portas de restaurantes, condomínios, etc., causando um rebuliço danado, quando na realidade são eles que estão certos, pois o homem os privou do seu espaço natural, inclusive diminuindo os números de habitantes de suas espécies. Portanto, nada mais normal que capivaras e outros animais apareçam e convivam com o ser humano. E viva a Capivara!!!
Por maria silva costa - Usuário | 28/01/2010

Excelente trabalho. Enquanto assistia, me encantava com a riqueza pedagógica desse curta. Bichos silvestres na cidade e as pessoas consideram normal, bem como criá-los em ambientes domésticos. Viraram animais de estimação? Caça? Folclore? Estão invadindo a cidade? A cidade está invadindo seu habitat? Outro detalhe é o modo como a informação circula pela cidade. Quem diz a verdade? Será que ela existe? Existem fontes confiáveis? Por que as pessoas utilizam linguagens diferentes em estórias que se contradizem? Simples,crítico,interessante...Parabéns aos diretores!!!
Por eugenio lino rey contreras - Usuário | 28/01/2010

Se esconde quando a procuram, toma sol e banho de mar, curte a noite e näo tem medo de ser comida. Será que é capivara mesmo ou confundiram com piranha gigante? bicho perfeito para ser candidata a prefeito.
Por Marcos Roberto G. F. Saraiva - Usuário | 28/01/2010

Muito interessante o documentário. Eu (carioca) e minhas esposa, filha e enteada (todas pernambucanas) tivemos a rara oportunidade de ver ao vivo a (ou uma) capivara nadando no canal junto à entrada do Clube Naval Piraquê, em outubro último. Era enorme, do tamanho de um porco adulto! Como era dia claro e movimentado, ela foi se esconder no canal sob a pista da Av. Borges de Medeiros. Só lamentei não estar com nenhuma câmera fotográfica ou filmadora naquele dia. Mais recentemente, mudamo-nos do Rio para Pernambuco, e relembramos agora aquela inusitada cena na Lagoa. Como estará agora a nossa amiga capivara? Sucesso para Felipe & Felipe. Marcos Saraiva Olinda-PE
Por Fabio Pellegrini - Usuário | 28/01/2010

Um filme simples, mas com uma pesquisa muito boa e uma fotografia impecável. O tema é perfeito. E é incrível como os personagens incrementam voluntariamente a estória... É puro Rio de Janeiro! Parabéns aos diretores!
Por josé osvaldo barreto rocha bra - Exibidor | 28/01/2010

É um brado ecológico contra a destruição da natureza. Parabéns!!
Por Ivone da Silva Ramos Maya - Usuário | 28/01/2010

Rio, 21/04/05 Parabéns aos dois Felipes. Adorei ver a cúpula de "Genebra" da Lagoa discorrendo sobre a capivara; mais especialistas que esses impossível! E como carioca (que somos) nada como um bom assunto para todos virarem imediatamente sábios! Adorei o vocabulário e as lorotas! Afinal quem conta um conto... Um abraço Ivone