|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 1072 { professores: 3 | usuários com coleções públicas: 0 }

Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Comentários
Dinheiro Fácil

Documentário | De Fabíola Beiral Trinca | 2007 | 9 min | RJ

6 Comentários
Por Pedro Paulo Lima de Andrade - Professor | 31/10/2015

Interessante compreender o que está velado no trabalho informal
Por Edvaldo de Souza - Usuário | 29/06/2011

Depois de assistir, você vai aceitar todos os folhetos nas ruas...
Por Pauleany Linhares Prince - Usuário | 28/01/2010

Absolutamente bem feito e a ideia é realmente extraordinária. O cotidiano destes trabalhadores, seus depoimentos e dramas nos transportam para uma realidade bem próxima... Mesmo que na maioria das vezes neguemos isso. Somos todos trabalhadores de oficios diferentes (distintos) no entanto somos todos batalhadores diários e por isso desde já nos respeitemos e que este respeito nos leve a uma realidade de união entre todos.
Por eugenio lino rey contreras - Usuário | 28/01/2010

Dinheiro facil???? Oronia da vida... Achei formidável, reflete a realidade das pessoas de muitas cidades brasileiras; os repentistas, artistas de rua de 1ª linha. "Quem perde não fica pobre e quem acha não fica rico" haverá melhor publicidade do que essa? Assisti o "curta" e curti, não há nada que impressione mais a um ser humano que outro ser humano.
Por Claudia Dutra Gallo - Professor | 28/01/2010

Mais um Curta realiadade. Até quando essa massa de esquecidos no Brasil continuará esquecida? Documentários como este nos levam à reflexão. Gostei.
Por Aline Oliveira da Silva - Usuário | 28/01/2010

O curta é muito interessante, principalmente pela relação do título com o texto (curta). O dinheiro não é fácil coisa nenhuma, é conseguido à base de muito sacrifício. Vejo aí uma ironia. Pelo curta, conhecemos um pocuo da realidade de um povo tão sofrido como o nosso. Independente da ocupação, o desejo e o sonho persistem. Isto é muito significativo. Precisamos de mais curtas como este para sabermos de uma realidade que, muitas vezes, não queremos ver.