|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

O que é, afinal, o amor?


Plano de Aula do Filme Amor! | Ficção | De José Roberto Torero | 1994 | 14 min | SP


O amor é tema de poetas, músicos, artistas da mais variada estirpe. Também os cientistas se debruçam sobre o tema. Todos querem entender, afinal, o que é o amor. Há muita confusão, diferentes interpretações, erros de conceito... Existem aqueles que pensam ser um sentimento profundo e único, mas há também os que associam o amor a paixão ou a sexualidade. As opiniões divergentes não impedem, no entanto, que as pessoas continuem vivendo, cada qual do seu jeito, aquilo que pensam ser o amor, como Apolo e Diana, personagens deste curta-metragem de José Roberto Torero.




Objetivos
Colocar em discussão o amor, buscando os conceitos e ideias trabalhadas por poetas e cientistas, verificando casos e histórias do cotidiano, pautando-se nos mais notórios romances já vividos na literatura e no mundo real.

Situação Didática
- Apresentar o amor a partir da visão dos poetas, músicos e artistas em geral. - Mostrar pesquisas científicas que buscam desvendar o que significa, de fato, o amor e como ele acontece como reação físico-química em nossos corpos. - Buscar as grandes histórias de amor da literatura, teatro e do cinema. - Apresentar o curta-metragem. - Depois de todas estas etapas cumpridas, requisitar que os alunos dissertem sobre o tema, criando poesias, cartas, páginas na web ou mesmo uma exposição sobre o tema.

Comentários
O amor só existe entre os seres humanos. É um conceito e, ao mesmo tempo, é realidade, concretude. Existe na relação íntima e se configura naquilo que sentimos por nossos pais, irmãos, filhos, amigos... Ainda que seja apenas uma ideia que criamos para retratar, descrever ou nos permitir a compreensão de algo que é muito complexo e que mexe com nossas existências de modo tão profundo, o que é certo é que para a humanidade é impossível viver sem o amor!