|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

A animação como estratégia de educação


Plano de Aula do Filme Animando | Animação | De Marcos Magalhães | 1983 | 13 min | RJ


O Homem em seu investimento nas tecnologias, busca ampliar as funções dos sentidos humanos. A fotografia, por exemplo: é a tentativa de eternizar um olhar, um momento. O cinema é a recriação da realidade sob a perspectiva humana, é um conto imagético. O desenho animado foi inventado antes do cinema e até hoje continua a encantar crianças e adultos. Com o avanço da tecnologia as técnicas estão cada vez mais aperfeiçoadas e dão realismo as cenas.
A animação já é uma técnica que seduz crianças e adolescentes, por isso o filme Animando com certeza terá muita aceitação entre os alunos. Ele mostra a animação de um jeito tão simples e desmistificado que dá vontade de sair fazendo animação por aí!
A idéia é aproveitar o filme para "animar" a turma a criar suas próprias animações. O site www.portacurtas.com.br tem outras animações muito interessantes que podem ser usados para análise de outras técnicas, como o "Minhocas",
"Aquarela", dentre outros.
Os recursos de Internet podem ser bons aliados neste projeto. Há vários programas que podem trazer bons resultados para iniciantes na arte da animação.
Um tema desafiador é fundamental, assim a criança envolve-se e é capaz de superar as expectativas do professor.
As crianças têm um repertório amplo a respeito da animação, pois a televisão é um meio que divulga muito este tipo de arte. As propagandas cada vez mais se utilizam destes recursos. Elas podem constituir um outro material de análise para o aluno.
O site www.animamundi.com.br também pode servir para incentivar aos alunos, pois há belas e divertidas animações em uma vasta galeria.
Diante deste leque de opções, o professor deve conhecer e indicar as animações a serem vistas, para orientar as atividades com mais propriedade.
A animação é uma estratégia que como o próprio nome diz divertirá a garotada!




Objetivos
 Identificar e reconhecer algumas técnicas e procedimentos artísticos presentes nas obras visuais.
 Reconhecer e ressignificar a história do bairro em que a escola está inserida
 Reconhecer o fenômeno artístico presente em diferentes manifestações que compõem os acervos da cultura, incluindo meios de comunicação e novas tecnologias

Situação Didática
1. Verificar e discutir sobre os conhecimentos prévios dos alunos relacionados à animação

2. Fazer uma listagem de animações conhecidas pelos alunos

Dica : este material pode servir de base para as produções futuras, por exemplo, analisando-se a trilha sonora, narração, efeitos, etc.

3. Assistir ao filme Animando

4. Conversar com os alunos sobre a técnica utilizada

5. Propor aos alunos a realização de um festival de animação com o tema: "Em minhas mãos, a memória e o futuro do meu bairro"!

Dica:
Partir dos eixos:
Meu bairro - No passado
Meu bairro - No presente
Meu bairro- No futuro- o que eu desejo

6. Discutir com os alunos sobre como buscar a história do bairro.

7. Fazer uma reunião de pais e mestres para convidar os pais a serem colaboradores do projeto, como fontes vivas de informação

Dica: os pais podem ser ótimos colaboradores do processo, em todos os sentidos. A idéia é levar os alunos a refletirem sobre seu entorno, e é fantástico, fazer o mesmo com os pais! É a escola rompendo as barreiras da sala de aula e ampliando parcerias produtivas...

8. Elaborar uma pesquisa sobre quais são os moradores mais antigos do bairro

9. Buscar, fotos, textos, imagens que possam compor um acervo de pesquisas para os alunos

10. Ao mesmo tempo em que realizam a pesquisa, discutir as etapas para a elaboração de uma animação

Dica: os alunos poderão utilizar varias técnicas, por exemplo, com massinha de modelar (Programa Stopmotion), scannear desenhos e dar movimento no PowerPoint, utilizar desenhos no MovieMaker, etc.
Após as pesquisas devem preparar o roteiro e o storyboard, ou seja, planejar a animação quadro a quadro.

11. Construir o roteiro e o storyboard.

Dica: é necessário orientar aos alunos sobre a captação de materiais que serão necessários: por exemplo: scannear fotos e imagens, buscar uma trilha sonora adequada, ou até mesmo a narração. Os alunos podem dividir tarefas e otimizar o trabalho em equipe, valorizando desta forma as diferentes habilidades de cada um.

12. Socializar o pré-projeto entre os diferentes grupos, para que cada aluno possa contribuir no trabalho do colega, tornando o produto final o resultado da pesquisa e empenho de todos.

13. Planejar coletivamente como será divulgado o trabalho de cada equipe. Uma opção seria a realização de uma mostra do festival para a comunidade.

Dica: Outras opções poderiam ser: a publicação das animações em sites, a criação de um CD-Rom para ser enviado para as instituições do entorno escolar, como por exemplo, bibliotecas, outras escolas, sociedades amigos do bairro, etc.

14. Envolver os alunos no planejamento da Programação do Festival. Eles podem fazer uma votação para denominar o evento, elaborar os cartazes e convites, utilizar a Internet para divulgação e tudo mais o a que a classe decidir

Dicas:
Os alunos podem homenagear os moradores mais antigos do bairro com a entrega de um CD-rom com todas as animações feitas pela classe. É importante que valorizarem o passado e seus protagonistas para construírem um bairro melhor.
A entrega do CD-rom pode ser feita também a um político local acompanhado de uma carta dos alunos com reivindicações de melhorias para o bairro.


Comentários
Avaliação:

Ficha de Auto-Avaliação

Em relação aos objetivos do nosso projeto

Artes: Aprender sobre algumas técnicas e procedimentos sobre animação.

Você considera que:
( ) Atingimos plenamente o objetivo
( ) Atingimos parcialmente o objetivo
( ) Não aprendemos quase nada sobre o assunto
Justifique sua resposta:
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


História: Reconhecer e ressignificar a história do bairro em que a escola está inserida.

Você considera que:
( ) Atingimos plenamente o objetivo
( ) Atingimos parcialmente o objetivo
( ) Não aprendemos quase nada sobre o assunto
Justifique sua resposta:
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Dica: é necessário que o professor tenha feito registro de suas intervenções e impressões durante o projeto para a avaliação do mesmo.


Saiba mais em:

Wikipédia- Encicloplédia digital com informações sobre o assunto
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anima%C3%A7%C3%A3o

Site com dicas de programas freeware para fazer as animações
http://baixaki.ig.com.br/categorias/cat35_1.htm

Exemplo de um projeto sobre memória local da escola em parceria como Museu da Pessoa
http://www.museudapessoa.net/MuseuVirtual/colecao/colecao.do?action=listarPublico

Pedagogo Autor do Plano de Aula
José Manuel Moran


Formação: Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes.
Atividades Profissionais: Diretor acadêmico da Faculdade Sumaré - SP; Especialista em avaliação de cursos superiores a distância; Professor aposentado da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.
Publicações: no último ano : MORAN COSTAS, José Manuel (Org.) ; MORAN, J. M. (Org.) ; MASETTO, M. T. (Org.) ; BEHRENS, M. (Org.) . Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica. 10ª. ed. Campinas, SP: Papirus Editora, 2006. 173 p.
Nível: Ensino Superior
Instituição: Faculdade Sumaré | São Paulo | SP