|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

O que é Verdade e o que é Mentira?


Plano de Aula do Filme Mentira | Ficção | De Flávia Moraes | 1989 | 9 min | SP


A questão da mentira e da verdade é um dos maiores dilemas da humanidade. Até quando devemos ser sinceros? Há situações em que devemos dizer a verdade, ou uma mentira, sem más intenções e em alguns casos, seria a melhor opção? Nessa crônica divertida de Luís Fernando Veríssimo, são abordadas essas questões. Pretendemos abordar, além desses temas, o gênero crônica, a adaptação da crônica para a linguagem audiovisual e alguns contextos históricos presentes no texto.




Objetivos
- Identificação do gênero crônica - Analisar, criteriosamente, a adaptação da crônica para a linguagem audiovisual - Conhecer os conceitos filosóficos de verdade e mentira - Identificar os fatos históricos indicados na crônica (crise brasileira, o apartheid, a situação na América Central e no Oriente Médio), no ano em que ela foi escrita/publicada.

Situação Didática
1ª Etapa Levantar o tema principal que será abordado no curta e na crônica: mentira x verdade. Para isso, o professor pode reunir a sala em uma roda de discussão, e incitá-la por meio das perguntas: O que é mentira e o que é verdade? Devemos, sempre, trabalhar com a verdade? Em situações em que dizer a verdade pode prejudicar alguém ou causar um mal-estar, vale a pena dizer uma mentira "inocente"? E quando você diz a verdade e as pessoas não acreditam, o que fazer? Peça para que os alunos anotem os principais tópicos da discussão e a conclusão (ou não) gerada por eles sobre o tema. 2ª Etapa Apresente o curta aos alunos. Após apresenta-lo, reúna a turma em uma nova roda de discussão e incentive-os com as perguntas: O que acharam do filme? De acordo com o que foi discutido, vocês acham que a postura do marido foi correta? Ele deveria ter dito a verdade? Em um trabalho interdisciplinar com o professor da disciplina de filosofia, discuta com os alunos os conceitos de verdade e mentira, por meio da filosofia. Este trabalho interdisciplinar também pode ser feito com o professor da disciplina de história, para abordar os fatos históricos que o autor expõe na crônica e no curta: crise brasileira, o apartheid, a situação na América Central e no Oriente Médio, na época em que foi escrita a crônica. 3ª Etapa Apresente a crônica escrita aos seus alunos. Discuta com eles as adaptações feitas do texto escrito para a linguagem audiovisual. A partir disso, apresente o gênero Crônica aos alunos. Mostre, por meio da crônica de Luís Fernando Veríssimo, as características do gênero, ressaltando a linguagem leve, o humor e os assuntos cotidianos e atuais (no caso da crônica apresentada, a época em que ela foi escrita). Traga, para exemplificar, outras crônicas do mesmo autor ou de outros autores. 4ª Etapa A partir do que foi explicitado nas etapas anteriores, peça aos alunos que escrevam suas próprias crônicas. Sugira que eles utilizem um tema polêmico e atual para que a crônica fique mais interessante. Depois da primeira correção do professor e do acerto pelos alunos, publiquem, em conjunto, as crônicas no blog da escola (se houver) ou crie um blog para a turma, no qual poderão postar os demais trabalhos produzidos. Avaliação Verifique se os alunos compreenderam e analisaram criticamente a adaptação da crônica para o curta e se compreenderam os conceitos filosóficos de verdade x mentira ou os conceitos históricos abordados. Avalie em conjunto com o professor da matéria específica, caso for realizar um trabalho interdisciplinar.

Comentários
Para saber mais: Crônica "A Aliança" - Luís Fernando Veríssimo VERÍSSIMO, Luis Fernando. As mentiras que os homens contam. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2000. p. 37. Palavras-chaves: Literatura Brasileira Luís Fernando Veríssimo Crônica Verdade Mentira. Autoria: Talita Cavalcante de Morais Silva

Pedagogo Autor do Plano de Aula
Mary Grace