|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Como ajudar os pequeninos a superarem a concorrência do irmão mais novo


Plano de Aula do Filme História De Umbigo | Animação | De Michelle Gabriel | 2009 | 10 min | SP


Quando os irmãos nascem as crianças passam por momentos difíceis onde o medo, a solidão e a angústia podem causar problemas de relacionamento e de aprendizado. Cabe a nós, professores, tentar ajudá-los em momento tão delicado. O curta "História de Umbigo" conta a história de uma menina que vê seu reinado "desmoronando" com a chegada do irmãozinho e pode nos ajudar a refletir sobre o assunto e auxiliar as crianças pelas quais nos responsabilizamos.




Objetivos
Auxiliar os professores no trato com os alunos que passam a apresentar problemas de aprendizado e relacionamento quando ganham um irmão Criar dinâmicas para serem trabalhadas com estas crianças no cotidiano escolar Contribuir para que os percalços na vida dos pequenos sejam mais fáceis de transpor.

Situação Didática
O curta "História de Umbigo" levará o grupo a produtivas reflexões sobre como tratar as crianças que ganham irmãozinhos e passam por momentos de ciúme, medo, solidão, angústia, agressividade e dúvidas durante a fase de adaptação a nova realidade. Depois de assistir ao filme iniciar uma conversa com os professores sobre o comportamento e as novas experiências pelas quais as crianças passam neste período. Além do filme, ponderações como as da psicóloga Anette Lewin, presentes na Revista Nestlé, são estímulos ao debate:  "Ao invés de falar que a criança não perderá seu espaço, o que não é totalmente verdade, pois terá de aprender a dividir, acho melhor deixar que o pequeno expresse seu ciúme, mas sempre ressaltando que não pode agredir o irmão ou outra pessoa fisicamente".  "O mais recomendável é valorizar cada vez mais o primogênito, ressaltando sempre como ele cresceu, o que aprendeu de novo, destacar todas as suas conquistas e evitar falar do irmão quando ele não levanta o assunto. Mas quando ele quiser se expressar, permitir".  "Não se deve reprimir as manifestações verbais dos sentimentos infantis. Deixe a criança desabafar, pois assim ela conseguirá elaborar melhor o que sente e os pais e professores poderão avaliar o que se passa em sua cabecinha". Após o debate pedir para que as professoras se dividam em grupos e criem atividades para serem trabalhadas com as crianças que reforcem a convivência com o irmão mais novo, que ajudem-nas a perder o medo e descobrir que seu irmão será seu companheiro para o resto de sua vida, que farão muitas coisas boas juntos, brincarão muito e que especialmente ele é único e seu lugar estará sempre reservado nos corações dos pais, dos professores, da família e dos amiguinhos. Esta atividade além de avaliativa será fonte de muitas ideias que devem ser socializadas com grupo. Sugestões de sites: Revista Nestlé com você - http://www.nestle.net.br/site/revistanestlecomvoce/viver-bem/bem-estar/d/a_chegada_do_irmaozinho.aspx Portal da Família - http://www.portaldafamilia.org/artigos/artigo205.shtml

Comentários
A avaliação será feita através da observação das atividades criadas por cada grupo.

Pedagogo Autor do Plano de Aula
teste