|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Nossos avós, estas pessoas maravilhosas!


Plano de Aula do Filme Avós | Ficção | De Michael Wahrmann | 2009 | 12 min | SP


Ser avó ou avô é ser mãe ou pai duas vezes, dizem alguns. O que percebemos quanto a eles é que, amadurecidos pelo tempo e vivências várias, parecem ter mais paciência e carinho para dar aos seus netos, transformando o encontro entre estas diferentes gerações numa terna e calorosa festa. Há muitos avós que hoje são parte cotidiana da vida de seus netos, ajudando os pais na formação, trazendo sua experiência e tornando mais saborosa a infância e adolescência de seus meninos e meninas. Curtir ao máximo esta relação é o que cremos deva sempre acontecer!




Objetivos
Promover um estreitamento de laços e relações entre crianças e adolescentes com seus avós. Estimular um maior carinho na relação familiar. Com a proximidade entre as diferentes gerações criar condições para um melhor relacionamento, buscando maior compreensão e carinho. Fazer com que os mais novos entendam o que significa envelhecer e que compreendam que os gestos mais simples contém significados importantes para os avós.

Situação Didática
Propor a produção de uma redação, poesia, conto ou qualquer gênero literário em que o tema seja relacionado aos avós. Buscar informações quanto a como é para os alunos estar com estes familiares. Passar o filme para a turma. Caso os alunos possuam recursos como câmeras digitais, telefones celulares com câmeras ou câmeras de vídeo, propor que gravem depoimentos de seus avós sobre como é a vida com os netos e histórias interessantes de suas trajetórias ao longo dos anos.

Comentários
Os avós são pessoas especiais que por conta de sua grande experiência de vida proporcionam a todos a possibilidade de uma existência mais feliz. Não podemos nos esquecer disso e valorizar sua presença entre nós. Ao mesmo tempo, precisamos ter paciência, disposição para ajudá-los e muito amor para compreendê-los quanto as suas dificuldades relacionadas ao envelhecimento.