|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Discutindo valores

Filme Utilizado Clandestina Felicidade | Ficção | De Beto Normal, Marcelo Gomes | 1998 | 15 min | PE



Data da Experiência:03/07/2008

Disciplina(s): Língua Portuguesa

Nível de ensino da turma*: Ensino Fundamental II

Faixa etária da turma*: de 14 a 18 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:28

Autor do relato:Iracélia Zeni

Instituição:ESC EST ENS FUND MANUEL ARRUDA CAMARA
| RS | CARAZINHO
| Estadual
Objetivos do uso do filme
Partindo do título sugestivo,aguçar nos alunos o interesse em descobrir a relação entre o título e o enredo do filme, além de apresentar-lhes Clarice Lispector.

Sequência de atividades envolvendo o filme
Em primeiro lugar, fizemos a leitura do conto homônimo,de Clarice Lispector. Após a leitura, identificamos elementos básicos de um conto, como:temática, personagens, localização espacial e temporal. Em seguida, assistimos ao curta "Clandestina Felicidade". Fizemos oralmente uma verificação da compreensão da obra, com o objetivo de avaliar o grau de entendimento dos alunos,tendo em vista não ser usual para eles entrarem em contato com obras de certa complexidade. Logo após verificada a compreensão global do filme, fizemos, por escrito, um trabalho comparativo entre as duas linguagens:a escrita, empregada no conto, e a falada e visual, empregadas no filme. Procuramos enfatizar a importância da imagem como veículo de comunicação de uma idéia, no caso do curta, comparada à descrição consistente e clara do texto, levando o leitor a criar uma imagem do que retratamos.

Comente os resultados da experiência
A experiência foi enriquecedora. Provocou a curiosidade dos alunos pela biografia de Clarice Lispector e a imediata procura por outras obras da autora, em nossa Sala de Leitura, durante o período semanal destinado à leitura, que faz parte de nossas atividades de Língua Portuguesa.O debate girou em torno do comportamento das pessoas invejosas,suas atitudes maldosas e prejudiciais aos outros. A falta de incentivo que a personagem principal teve quando demonstrou interesse em expor sua vocação literária, fez com que todos reforçassem dentro de si a importância de não desistir de suas vocações, mesmo que sejam desestimulados.Discutimos a questão da importância da leitura como instrumento de aculturação, independente do nível econômico da pessoa.A participação dos alunos foi muito boa. Adorei a experiência.