|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

educação e diversidade: uma experiência interdisciplinar em educação.

Filme Utilizado Pajerama | Animação | De Leonardo Cadaval | 2008 | 9 min | SP



Data da Experiência:10/04/2009

Disciplina(s): Geografia , História

Nível de ensino da turma*: Ensino Fundamental I

Faixa etária da turma*: de 7 a 10 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:34

Autor do relato:José Claudio Salvador

Instituição:AFONSO FIOCCA VITALI EMEB
| SP | SAO CARLOS
| Municipal
Objetivos do uso do filme
No início ano de 2009, no processo de planejamento do corpo docente da escola, objetivei elaborar um projeto sobre a questão indígena que tivesse como objetivo passar por todos os conteúdos programáticos. Quando assisti o curta "Pagerama", percebi que poderia trabalhar com os alunos em todos os conteúdos programáticos, valorizando os seis grandes temas transversais, ou seja, utilizando como prática educativa a interdisciplinaridade, e como estratégia didática a transversalidade.

Sequência de atividades envolvendo o filme
- Ética - a relação "Eu" e o "Outro" na concepção de identidade indígena e de outras etnias; - Meio ambiente - a relação entre o indígena e o meio em que vive; - Saúde - o auto-conhecimento, acerca da vida saudável dos indígenas e sua relação com o meio ambiente; - Pluralidade cultural - a auto representação de acordo com a identidade indígena, valorizando a origem da população da comunidade e a formação do povo brasileiro; - Orientação sexual - numa relação de alteridade o "Eu" e o "Outro", o conhecimento do corpo indígena e seus hábitos, através do conhecimento do próprio corpo dos alunos; - Trabalho e consumo - a devastação ambiental, buscando formas/e ou soluções ambientais harmoniosas; - desenhos; pesquisa; exposição.

Comente os resultados da experiência
Os alunos mudaram seus comportamentos e suas atitudes em sala de aula e nos recreios em função de uma nova postura quanto à questão do preconceito e discriminação, valorizando mais as brincadeiras com alunos de outras etnias.