|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Educação Ambiental e Cidadania

Filme Utilizado Ilha das Flores | Documentário, Experimental | De Jorge Furtado | 1989 | 13 min | RS



Data da Experiência:16/07/2007

Temas transversais: Educação Ambiental

Nível de ensino da turma*: Pós-Graduação

Faixa etária da turma*: acima de 18 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:30

Autor do relato:Luciana de Nazaré Farias
Objetivos do uso do filme
O trabalho desenvolvido na Disciplina "Educação Ambiental", com professores da Especialização, teve como objetivos norteadores:
Promover a reflexão sobre a questão dos "excluídos" da sociedade de consumo. Discutir sobre o destino do lixo em cada cidade (os alunos eram de diferentes municípios do Estado, com realidades contrastantes). Conhecer e divulgar as formas de tratamento e geração de renda por meio do lixo. Discutir a importância da reflexão do professor sobre a prática com temas transversais como Educação Ambiental.

Sequência de atividades envolvendo o filme
A aula iniciou com a leitura de um texto: " Um bebê gera 25 toneladas de lixo" e posteriormente, assistimos o curta: "Ilha das Flores", mostrando uma realidade vivenciada na maior parte das cidades brasileiras. Embora esse curta já tenha mais de 2 décadas, ele nunca foi tão atual (infelizmente). A realidade, aqui no Pará, são Lixões ao céu aberto, onde a comunidade do entorno retira os subsídios para sua "sobrevivência", constituíndo- se, assim, um grupo de excluídos sociais, crianças sub ou mal nutridas, violência e baixa escolaridade, perpetuando-se o ciclo da miséria... Estas e outras discussões vieram à tona nesta aula, alguns professores choraram, outros relataram já ter sentido a dor da fome... Fomentamos discussões calorosas e colocamos como proposta de atividade a elaboração de um projeto de intervenção.

Comente os resultados da experiência
Os resultados foram muito significativos: os grupos se dividiram por município e elaboraram projetos de intervenção, sempre visando a questão da Educação Ambiental como norteadora da qualidade de vida de cidadãos conscientes e do papel do educador como norteador desta tríade. Todos os trabalhos foram muito bons. Mas destaco um em especial, pois foi além das espectativas iniciais. Nesse trabalho foi elaborada uma pesquisa-ação, onde os professores criaram uma campanha para arrecadação de alimentos, remédios, médicos e dentistas voluntários para dar palestras no Lixão do Aurá, um dos maiores lixões da região norte. Temos consciência de que esse tipo de iniciativa não resolve o problema como um todo, mas ninguém poderá retirar de nossas lembranças os olhares de felicidades daquelas crianças...