|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Reflexões sobre a produção cultural do sertão nordestino

Filme Utilizado Patativa | Animação, Documentário | De Ítalo Maia | 2001 | 10 min | CE



Data da Experiência:10/09/2012

Disciplina(s): História , Sociologia

Nível de ensino da turma*: Ensino Fundamental II

Faixa etária da turma*: de 10 a 14 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:35

Autor do relato:vaneska lima de oliveira

Instituição:ESCOLA SAO JOSE SPORT CLUB
| PE | RECIFE
| Estadual
Objetivos do uso do filme
No desenvolvimento de um projeto que homenageia o centenário de Luiz Gonzaga, achamos pertinente a utilização do curta-metragem Patativa do Assaré como complemento das atividades a serem desenvolvidas no projeto. Com a exibição do vídeo, objetivamos o reconhecimento da produção cultural no sertão nordestino, percebendo os aspectos físicos, históricos e sociais da região como elementos constituintes da produção cultural sertaneja apresentado no filme. Desta forma, estabelecermos uma relação de semelhança entre a vida de Luiz Gonzaga com a de Patativa do Assaré.

Sequência de atividades envolvendo o filme
As atividades foram divididas em três momentos. Anteriormente, já havíamos realizado uma pesquisa e uma série de debates sobre a vida de Luiz Gonzaga e Patativa do Assaré. Em seguida, exibimos o curta- metragem Patativa do Assaré. Após apresentarmos os vídeos, um professor fez a mediação entre grupos de observação e grupos de verbalização, para refletirmos sobre a organização social e produção cultural no sertão nordestino, no qual culminou na representação de músicas e poesias de Patativa realizadas pelos alunos.

Comente os resultados da experiência
Os resultados da exibição do filme ainda estão fluindo, pois o projeto sobre Luiz Gonzaga ainda está em andamento. Inicialmente, os alunos reticentes em conhecer e aprender sobre a cultura nordestina, logo quando as pesquisas foram se desenvolvendo, foi despertada a curiosidade sobre a temática. A exibição do filme foi satisfatória, apesar das adversidades estruturais encontradas na nossa unidade de ensino. O vídeo de curta duração foi bem recebido pelos alunos, os debates ocorreram a contento de todos e as representações orais agradaram e estimularam os alunos a valorizarem as produções culturais do sertão nordestino. Continuamos compartilhando as experiências apreendidas sobre a cultura nordestina através da produção autoral de um curta-metragem em homenagem ao centenário do rei do baião.